Que cheiro é esse que os livros exalam?

05 de março de 2021

Existem cheiros que mexem com a gente e movimentam a memória afetiva e, sem que percebamos, nos transportam pelo tempo. O cheiro da terra molhada depois da chuva, pão quentinho saindo do forno, pipoca no cinema, café recém passado. São aromas que marcam a vida da gente. O olfato é um dos sentidos mais importantes e através dele viajamos pelos cheiros do mundo.

Se para a grande maioria os livros são objetos para serem lidos e suas palavras docemente saboreadas, para outros eles devem ser apreciados primeiramente através do nariz.

Quem gosta de ler, e se perder entre prateleiras recheadas das livrarias, sabe do que estamos falando. O cheiro inebriante de um novo livro parece ser viciante. Logo que um livro termina, já estamos ansiosos pelo próximo.

Claro, que as histórias contadas fazem parte desse mundo mágico da literatura, mas há muito mais do que o uso da visão. Na leitura de um bom livro usamos o tato, o prazer de pegar um novo livro, apreciar a capa, o conhecimento e o relaxamento que há no hábito de ler. Mas o olfato, o perfume de cada página e de cada livro é um mistério que envolve o leitor desde o primeiro segundo.

Isso se explica pela química que há por trás do cheiro dos livros. o cientista inglês Andy Brunning publicou um estudo para explicar o que há no perfume dos livros. Ele conclui que a tinta usada para a impressão, a cola e o cheiro do próprio papel misturados formam o aroma que complementa a experiência dos apaixonados pelos livros. Com o tempo, esses componentes se misturam e o cheiro de um livro já usado se modifica organicamente. Quem frequenta sebos e é amante dos livros antigos, não deve estranhar sentir cheiro de baunilha, benzadeído (muito parecido com cheiro de amêndoas) e até cheiros doces parecidos com flores.

Então quem ama ler sabe do que estamos falando, um mundo se abre quando também abrimos um livro. Um mundo de histórias, de novos lugares e personagens que começam a ser contados pelo cheiro de um bom livro.

A explicação racional para o cheiro dos livros passa por uma combinação química, conforme o estudo aponta. E, sabemos que o tempo age nesses componentes e acaba dando ao livro usado também um aroma único, mas o que mais encanta nos cheiros é o quanto o olfato e a memória estão ligados de um jeito tão lindo, que o hábito de cheirar a vida se torna uma forma muito especial de entender a vida.

leia também

Quiz: Que aroma mais combina com a sua mãe?

07 maio 2021

A assinatura olfativa da FP

30 abril 2021

Santho Aroma

Somos uma boutique de aromas com sede em Gramado, na Serra Gaúcha. Desenvolvemos perfumes capazes de transformar ambientes e sentimentos. Através de nossas criações buscamos proporcionar experiências sensoriais inesquecíveis.